Victória, João

Digitalização 9

Victória, João – Músico e compositor, falecido c. 1950, cuja importância na música popular não se encontra ainda devidamente realçada. Autor de métodos de aprendizagem dos mais variados instrumentos musicais, como: guitarra, bandolim, banjo, bandola, flautas, flautins, ocarinas, flageolet, pífaro ou pífano, violino ou rabeca, saxofone, clarinete, viola, cornetim, trompete, flicórnio.

Organizou também um cancioneiro de músicas populares portuguesas e estrangeiras, porém apenas publicado em pautas avulsas que eram vendidas pelas casas de música de todo o país, mas sobretudo de Lisboa (Sassetti, Godofredo Duarte), Coimbra (Olímpio e Medina) e Porto (Biblioteca Musical, Casa António Duarte, Casa Guimarães, Casa Castanheira). Tais solfas reproduziam trechos musicais que circulavam na tradição oral, nas edições fonográficas e na rádio, bem como peças de autores, como era o caso do próprio João Victória. Tratava-se, em grande parte, do reportório de valsas, fox-trots, maxixes, marchas, mazurcas e outros ritmos oitocentistas, destinado ao uso de bandas filarmónicas e de tunas, urbanas e rurais que proliferavam por todo o país desde os finais do séc. XIX e ao longo da primeira metade do XX.

Também recorriam a essas casas de música, em busca do mesmo reportório, os acordeonistas profissionais que desde os anos 1930 passaram a tocar para os bailes, sobretudo do centro e sul do país. Este reportório, assim divulgado por esses músicos entre as camadas populares, exerceu enorme importância na transformação da música popular, entrando tais trechos musicais na cadeia de transmissão oral. A compilação e estudo das pautas transcritas por João Victória constituiria uma relevante contribuição para o conhecimento da música popular portuguesa do séc. XX e da sua influência na música tradicional.

Mais: Tunas do Marão, de José Alberto Sardinha, p. 200.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *