Pinhata, Baile da

Digitalização

Pinhata, Baile da – Nas aldeias, até aos anos 1960, durante a Quaresma não se realizavam bailes, por respeito à quadra que lembra a morte e paixão de Cristo. Havia, porém, uma excepção: na quarta-feira do meado da Quaresma (terceira semana), após a serração da velha (ou melhor, após a sua representação, visto que a costumeira ganhou foros de dramatização para apresentação pública), realizava-se um baile que tinha por atracção a coroação de um rei e uma rainha, títulos que eram atribuídos ao par que, puxando uma das fitas pendentes de uma pinha colocada no tecto, conseguisse abri-la – e daí o nome de baile da pinhata. A tradição é comum a outros países e em Portugal ainda se realiza em muitas localidades – V. Serração da velha.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *