Fiadeiros

PICÃO, CASTRO DAIRE, 1987

Fiadeiros – Serões vicinais do nordeste trasmontano em que as mulheres fiavam e tratavam o linho, bem como executavam outras tarefas, durante as longas noites de Inverno. Eram ocasiões privilegiadas de transmissão de cantares, de ensinamentos e moralidade às gerações mais novas, sob a forma de provérbios, contos, lendas, simples comentários sobre acontecimentos conhecidos, histórias de proveito e exemplo, de que avultava o romanceiro tradicional (vide), bem como cantares de simples pendor lírico ou amoroso. Nas outras províncias também havia estes serões de trabalho do linho, com iguais características – fiadas e espadeladas. O mesmo acontecia nas desfolhadas do milho no Minho, Douro Litoral, Estremadura e Beiras, estas nas eiras, entre Setembro e Novembro. V. Cirandeiro e Desfolhadas.

Discografia: Recolhas Musicais da Tradição Oral Portuguesa, 1982, de José Alberto Sardinha, Disco 3, Lado A, Faixas 2 (Moimenta da Raia, Vinhais) e 7 (Babe, Bragança); Recolhas de Armando Leça, inéditas, arquivo RDP, bobine AF-451 (Constantim, Miranda do Douro).

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *