Festas e romarias – BEIRA BAIXA

Digitalização 1

1º trimestre

  • Póvoa da Atalaia, Fundão, 3º domingo de Janeiro – Festa de S. Sebastião ou Festa das Papas. Na procissão integram-se duas filas de mulheres com açafates à cabeça levando as papas de carolo.
  • Almaceda, Castelo Branco, 20 de Janeiro – Festa de S. Sebastião
  • Janeiro de Baixo, Pampilhosa da Serra, 20 de Janeiro – Festa de S. Sebastião, com bodo. Festa idêntica, também com bodo, noutras aldeias do concelho, como Cabril, Ponte de Fajão e Vidual.
  • Forcalhos, Sabugal, 3 de Fevereiro – Festa de S. Brás

2º trimestre

  • Fundão, Semana Santa – Quinta-Feira Santa: procissão com teatralização dos Mistérios da Paixão nas várias capelas do trajecto. Sexta-Feira Santa: procissão do Enterro do Senhor, à luz de archotes (as luzes da cidade estão apagadas) e ao som da fanfarra dos bombeiros e das matracas
  • Castelo Novo, Fundão, 2ª feira de Páscoa – Romaria da Senhora da Serra
  • Salvaterra do Extremo, Idanha-a-Nova, 2ª feira de Páscoa – Festa da Senhora da Consolação ou Festa do Bodo: banquete com ensopado de carne para todos os presentes.
  • Idanha-a-Nova, segunda-feira do terceiro domingo de Páscoa – Romaria de N. Senhora do Almortão, talvez a mais importante romaria da beira Baixa, hoje último bastião das vendedeiras e tocadoras de adufes
  • Castelo Branco, domingo terceiro de Páscoa – Romaria de Nossa Senhora de Mércoles
  • Monsanto, Idanha-a-Nova, 3 de Maio – Festa da Santa Cruz ou do Castelo. Além das festividades religiosas, realiza-se a tradicional subida ao castelo, em cortejo popular, transportando as marafonas (bonecas de trapos, usadas em dias de trovoadas para as esconjurar) e um pote cheio de flores que é lançado do alto das muralhas, em comemoração de um cerco lendário que terá terminado após a população sitiada ter lançado do mesmo local uma vitela com o bucho cheio de trigo, indicando ao exército inimigo que ainda tinham muitos víveres armazenados.
  • Alcaide, Fundão, domingo terceiro de Páscoa –Romaria de S. Macário: a procissão sobe à capelinha em honra do santo protector do ouvido
  • Lousa, Castelo Branco, 3º domingo de Maio – Festa da Senhora dos Altos Céus. Interessantes danças rituais: dança da genebres, dança das tesouras, dança das virgens, resquícios das danças que outrora integravam as procissões religiosas, sobretudo a do Corpus Christi
  • Vale da Senhora da Póvoa, Penamacor, Domingo do Espírito Santo – Romaria da Senhora da Póvoa

3º trimestre

  • Sabugal, várias aldeias do concelho, mês de Agosto – capeia raiana, forma peculiar de lidar toiros
  • Teixoso, Covilhã, 15 de Agosto – Senhora do Carmo
  • Pedrógão Pequeno, Sertã, 8 de Setembro – Senhora da Confiança
  • Monsanto, Idanha-a-Nova, segundo domingo de Setembro – Senhora da Azenha
  • Castelejo, Fundão, 15 de Setembro (feriado municipal) – Romaria de Santa Luzia
  • Quadrazais, Sabugal, segundo domingo de Setembro – Santa Eufémia

4º trimestre

  • Caria, Belmonte, 2 de Dezembro – Festa de Santa Bebiana. Cortejo pelas ruas anunciando a festa e celebrando a santa e o S. Martinho, com animação musical a cargo de acordeão e de pífaros. Sermão e eleição da mulher mais bêbeda da terra.

 

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *