Dente-de-Leão

unnamed

11201822_1657293487817852_5490195719283696205_nO Dente-de-Leão é benéfico no tratamento de doenças hepáticas, da diabetes, da gota e artrite. É o grande depurativo da natureza com acção diurética, tónica e digestiva. Em culinária é usado em saladas pelo sabor agradável comem-se as folhas cruas. Faz aumentar a produção de bílis no fígado e facilita o esvaziamento da vesícula biliar, auxiliando na eliminação de cálculos biliares. No entanto, o seu efeito mais notável é fazer aumentar o volume de urina, auxiliando a eliminação dos cálculos renais, bem como a eliminação de substâncias ácidas residuais nos casos de compromisso renal. Tanto em saladas como tomado em sumos 3 a 4 vezes por dia, é eficaz a combater a icterícea.  A inulina é excelente no tratamento da diabetes. É também rica em flavonóides e vitaminas B e C. No tratamento da artrite e da artrose usam-se 10 folhas e uma raiz trituradas num copo de água, coa-se e bebe-se 3 vezes por dia, antes das refeições, durante um período mínimo de 1 mês e meio para conseguir o efeito depurativo pretendido. Infusão: Coloca-se uma saqueta de raízes ou folhas numa chávena de água a ferver durante 10 minutos e toma-se uma chávena 2 vezes ao dia, uma hora depois do almoço e do jantar. Em saladas usa-se fundamentalmente durante a Primavera, mas o importante a reter acerca do dente-de-leão é que os seus benefícios para a saúde são incontáveis e que será de toda a conveniência usá-lo como preventivo de problemas digestivos, renais e de redução do colesterol.

unnamed

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *