José Alberto Sardinha – Biografia

Digitalização-cópia 3

Digitalização 2Digitalização 3Digitalização 4

 

  • Licenciado em Direito pela Universidade Clássica de Lisboa, Curso Jurídico de 1970-75
  • Profissão: advogado exercendo a sua actividade forense desde 1975 com escritório na comarca de Torres Vedras
  • Membro do Conselho Distrital de Lisboa da Ordem dos Advogados nos triénios 1990/92 e 1996/99
  • Investigador de música de tradição oral, desde 1972 que percorre as aldeias de todo o país registando em gravação e estudando as mais genuínas tradições musicais do povo português, detendo hoje um vasto arquivo sonoro, fotográfico e fílmico dessas tradições que abrange todo o território nacional
  • Efectua regularmente conferências e palestras sobre música tradicional, instrumentos musicais populares e tradições populares em geral, a convite das Câmaras Municipais, da Fundação INATEL e dos mais variados organismos, associações culturais e ranchos folclóricos, por todo país, e tem participado em numerosos congressos e seminários de etnografia e folclore
  • Autor do programa “Cancioneiro Popular”, RDP-2, 1983-86
  • Foi coordenador do Ciclo Sons da Tradição, da Expo-98
  • É membro honorário do CIOFF-Portugal
  • É colaborador da Fundação INATEL (Gabinete de Etnografia) desde 1985
  • Colaborador do programa radiofónico “De terra em terra”, da Rádio Alfa, Paris, desde 2001
  • Responsável pela selecção de música tradicional portuguesa para o Auto do Solstício de Inverno de Natália Correia, Teatro Mirita Casimiro, Monte Estoril, Março 2005
  • Medalha de Mérito Cultural do Museu Maria da Fontinha, Gafanhão, Castro Daire e da Academia de Letras e Artes de Paranapuã, Brasil
  • Professor na Universidade Lusófona, Lisboa, disciplina de Etnomusicologia, nos cursos de pós-graduação em Património Cultural Imaterial. Temas leccionados: A música de tradição oral, Instrumentos Musicais do Povo Português, A Origem do Fado, Um caso de estudo: a viola campaniça
  • Foi colaborador do Prof. Tomaz Ribas nas actividades do Gabinete de Etnografia do INATEL entre 1985 e 1995, nomeadamente nos Estágios de Formação e Reciclagem de Directores e Ensaiadores de Grupos de Folclore

1. – LIVROS

  • “Tradições Musicais da Estremadura”, Tradisom 2000 (com três CDs de recolhas musicais)
  • “Viola Campaniça, o outro Alentejo”, Círculo de Leitores/Tradisom 2001 (com dois CDs de recolhas musicais)
  • “Braga na Tradição Musical – a Rusga de S. Vicente”, Tradisom, 2002 (com um CD de recolha musical)
  • “Tunas do Marão”, Tradisom 2005 (com quatro CDs de recolhas musicais)
  • “A Origem do Fado”, Tradisom 2010 (com quatro CDs de recolhas musicais)
  • “Danças Populares do Corpus Christi de Penafiel”, Tradisom 2012 (com um Cd de recolha musical e um DVD)
  • “Cancioneiro Tradicional de Óbidos”, Câmara Municipal de Óbidos, no prelo, com quatro Cds. de recolha musical
  • “Canções da Avó Guida” – Cantares de Vilarandelo, Valpaços, em co-autoria com Melissa Fontoura, 2016 (com um CD de recolha musical e um DVD)
  • “A obra etnomusicológica de Virgílio Pereira”, apresentação e análise de todas as solfas do livro Cancioneiro da Covilhã e outros concelhos, ed. do Orfeão da Covilhã, 1992
  • “Fado, Património da Humanidade”, Play Som e Imagem, 2011

2. – RECOLHAS MUSICAIS DISCOGRÁFICAS

  • “Recolhas Musicais da Tradição Oral Portuguesa”, 1982 (antologia nacional em três discos vinil, com respectiva análise etnográfica e musical: Minho, Beira Baixa, Douro Litoral, Trás-os-Montes, Beira Alta, Alentejo, Algarve)
  • “Viola campaniça, o outro Alentejo”, 1986 (edição discográfica em vinil)
  • “Sons da Tradição rural” (registos da Quinzena de Etnomusicologia, 1982), Cd para a Expo-98, BMG/Diário de Notícias, 1998
  • “Modas Estremenhas”, 1989 (disco vinil com recolhas da Estremadura)
  • “Idanha-a-Nova, toques e cantares da vila”, 1995, Cd EMI-Valentim de Carvalho
  • “Portugal – Raízes Musicais” – colectânea nacional em seis CDs, com recolhas musicais de todas as províncias e ilhas, e notas explicativas, com fotografias, em seis fascículos, BMG/Jornal de Notícias, 1997: I – Minho e Douro Litoral; II – Trás-os-Montes; III – Beira Alta e Beira Litoral; IV – Beira Baixa; V – Estremadura, Ribatejo e Alentejo; VI – Algarve e Ilhas
  • “Instrumentos Musicais do Povo Português”, CD de recolhas musicais inserto na Revista As Idades do Som, 2006, do Instituto do Emprego e Formação Profissional
  • “Júlio do Nascimento Rodrigues, gaiteiro de Sampaio”, Cd Sons da Terra, 2014 (parcial)

3. – ARTIGOS E TEXTOS AVULSOS

  • “Por uma etnomusicologia portuguesa” e “Ainda no centenário de Bela Bartok, precursor da etnomusicologia” – in Arte Musical, edição especial da Juventude Musical Portuguesa, 1982
  • “A devoção e os cantos às Almas do Purgatório na tradição popular” – Conferências sobre a Morte, Turres Veteras, Auditório Municipal de Torres Vedras
  • “A região de Torres Vedras e a sua música de tradição oral” – 1ªs. Jornadas de História e Cultura Torreenses, Gabinete de Estudos Torreenses, Auditório Municipal de Torres Vedras
  • “A Viola Campaniça” – texto e palestra com o mesmo título, Museu Verdades de Faria, Cascais, no âmbito da iniciativa sobre a viola campaniça que pela primeira vez trouxe à região de Lisboa os seus tocadores tradicionais Francisco António e Manuel Bento, 15/10/1988
  • “Cultura e tradição: a necessidade de um museu etnográfico” – Jornal Badaladas, 7/12/1990
  • “Em busca de um mundo perdido” – artigo de homenagem a Ernesto Veiga de Oliveira, Revista Trabalhos de Antropologia e Etnologia, vol. 30, 1990
  • “Cultura e tradição: a necessidade de um museu etnográfico” – suplemento cultural Falar Alto, do Jornal Badaladas, Torres Vedras, 7/12/1990
  • “Música de tradição oral na região de Torres Vedras” – artigo na revista Torres Cultural, 1991
  • “Armando Leça e o primeiro levantamento músico-popular realizado em Portugal” – in Revista da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, 1992
  • “Romaria da Senhora do Almurtão” – prefácio ao livro de António Silveira Catana A Romaria da Senhora do Almortão, ontem e na viragem do milénio, 1992
  • “Sobre a funcionalidade do adufe” – artigo no Jornal do Fundão, Maio 1995
  • “A propósito de folk-lore” – in Boletim Cultural da Câmara Municipal de Loures, Dezembro 1995
  • “Contribuições para o estudo do fandango” – in V Congresso de Folclore, Região de Turismo do Ribatejo, Santarém, 1996
  • “Corais polifónicos em Esmoriz” – Revista do XI Festival de Folclore de Esmoriz, Junho de 1996
  • Introdução a “Ode ao Vinho”, da Camerata Vocal de Torres Vedras, 1996
  • “Falando da viola portuguesa” – in Boletim Cultural da Câmara Municipal de Loures, Outubro 1997
  • “À procura da música perdida” – entrevista ao Expresso-Revista, 25/10/97
  • “A propósito de folk-lore” – Revista do Grupo Etnográfico de Esmoriz, 11/6/98
  • “Origens e expansão da guitarra portuguesa” – artigo no Expresso-Revista, de 24/12/98
  • Tema “Música Folclórica” para a actualização do Dicionário de História de Portugal, de Joel Serrão
  • “Música de tradição oral no Fundão e Cova da Beira” – contribuição para o livro do 250º aniversário do concelho do Fundão
  • “Deixou-nos o Prof. Tomaz Ribas” – Revista do grupo Etnográfico de Esmoriz, 1999
  • “O mistério Giacometti” – artigo no jornal Expresso-Revista de 6/3/1999
  • “Origens e expansão rural da guitarra portuguesa, com algumas notícias do Algarve” – in revista Tradições Musicais do Algarve
  • “A guitarra portuguesa na tradição rural” – in A Guitarra Portuguesa, coord. de Manuel Morais, Lisboa Estar
  • “Advocacia e etnografia” – Entrevista para a Revista Lusopress, Paris, Setembro 1999
  • “Vida e morte da tradição” – entrevista ao jornal Expresso, 5/5/2001
  • “Requiem com futuro” – entrevista ao jornal Público, 7/7/2001
  • “Entre leis e registos musicais” – entrevista à revista Pessoal, Novembro 2006
  • “Contos e cantares infantis” – Prefácio ao livro Contar, cantar e dizer, de Julieta Guilherme
  • “Instrumentos Tradicionais Portugueses – Som e História” – in As Idades do Som, 2006, revista do Instituto do Emprego e Formação Profissional, com CD de recolha musical instrumental, intitulado “Instrumentos Musicais do Povo Português”
  • “Entristecer, o romance de Isabel, a Linda” – recensão crítica a edição discográfica, revista cultural da Guarda, Praça Velha, Junho 2006
  • “A música rural e outras músicas” – revista de Comunicação e Cultura, Espaço Público, Torres Vedras, Março 2007
  • Prefácio ao livro “Os 25 anos da embaixada cultural pampilhosense: o Rancho da Casa do Concelho de Pampilhosa da Serra”, Março 2012
  • Parabéns, GEFAC – artigo para a edição comemorativa do 50º aniversário do GEFAC

4. – PALESTRAS, CONFERÊNCIAS, COMUNICAÇÕES A CONGRESSOS, SEMINÁRIOS, DEBATES, MESAS-REDONDAS, COLÓQUIOS

  • “A guitarra portuguesa, sua implantação rural e raízes históricas” – VI Congresso da SIBE, Etnomusicologia entre Fronteiras, Faro
  • Participação, palestras sobre música de tradição oral, instrumentos musicais populares, características musicais regionais, nos Estágios de Formação e Reciclagem de Directores e Ensaiadores de Grupos de Folclore, em colaboração com o Prof. Tomaz Ribas, em numerosas localidades e Centros de Férias do INATEL, como, por exemplo, em: Santa Maria da Feira, Castelo de Vide, Luso, Gouveia, Guarda, Covilhã, Montargil, Matosinhos, Belas, Catalazete, Idanha-a-Nova
  • “Música Tradicional Estremenha” – 3º Encontro de Folcloristas do Distrito de Lisboa, Salão Nobre dos Bombeiros Voluntários de Torres Vedras, 24/5/1986
  • “A Viola Campaniça” – palestra e texto com o mesmo título, Museu Verdades de Faria, Cascais, no âmbito da iniciativa sobre a viola campaniça que pela primeira vez trouxe à região de Lisboa os seus tocadores tradicionais Francisco António e Manuel Bento, 15/10/1988
  • Comunicação ao Congresso Internacional de Folclore, organiz. INATEL, Lisboa, Hotel Penta, Julho de 1991
  • “A música portuguesa de tradição oral” – Colóquio Trajos, Uso, e Costumes, Unhais da Serra, Dezembro 1992
  • “Lisboa, as palavras e a música” – Seminário organizado por Dinamização Cultural: revista audio da Câmara Municipal de Lisboa, a bordo do navio S. Jorge, no Tejo, 26/9/1993
  • “Música de tradição oral” – Encontro de Cultura Tradicional da Beira, Passos de Silgueiros, Viseu, 14/11/1993
  • “Técnica de recolha e instrumentos musicais populares” – comunicação às segundas Jornadas Etnofolclóricas da Beira Interior, Covilhã, 26/10/94
  • “Música da região saloia” – Jornadas sobre Cultura Saloia, Loures, Centro Cultural da Malaposta, 2/12/1994
  • “Contribuições para o estudo do fandango” – V Congresso de Folclore do Ribatejo, Cine-Teatro da Chamusca, 11/2/1995
  • Discurso de homenagem nacional ao Prof. Tomaz Ribas, Idanha-a-Nova, 3/4/1995
  • “Cantares ao desafio na região de Penafiel” – Palestra musicada, Espaço Oikos, Lisboa, 19/11/1996
  • “Origem e implantação rural da guitarra portuguesa” – Festival Intercéltico do Porto, teatro Municipal Rivoli, 5/4/1998
  • “Cantares ao desafio” – Colóquio sobre Cantadores ao desafio, Monção, Casa do Curro, 14/11/1998
  • Hamburgo: palestra no Museu de Hamburgo no dia de Portugal, subordinada ao tema “A guitarra portuguesa”, 2000
  • “Instrumentos Musicais Populares” – Guarda, 1999, a convite da Fundação Inatel, para os ranchos folclóricos da região
  • “A música tradicional mirandesa” – I Jornadas de Música Tradicional Mirandesa, Miranda do Douro, 7/10/2000
  • “Tradições Musicais da Estremadura” – Café literário na Livraria 107, Caldas da Rainha, 18/5/2001
  • “Instrumentos e música tradicional estremenha” – II Mostra Internacional de Folclore de Loures, Pavilhão Paz e Amizade, 27/5/2001
  • “A guitarra portuguesa na tradição rural” – Simpósio Internacional da Guitarra Portuguesa, Universidade de Évora, 8/9/2001
  • “A viola popular portuguesa” – Seminário de Cultura Popular da Galiza e Norte de Portugal, Porto, Fundação Cupertino de Miranda, 13/9/2001
  • Entrevista RTP, Programa Praça da Alegria, 19/10/2001
  • “O canto ao desafio em Portugal” – Serão Internacional de concertinas e cantadores ao desafio, organiz. INATEL, Melgaço, Casa da Cultura, 2/11/2001
  • “A viola campaniça e o cante alentejano” – Moita, Biblioteca Municipal Bento de Jesus Caraça, 4/2/2002
  • “Viola campaniça, o outro Alentejo” – Forum Municipal de Castro Verde, 8/3/2002
  • “A contradança – género músico-coreográfico que se extingue” – X Jornadas de Cultura Popular do GEFAC, Coimbra, 5/4/2002
  • “Violas populares portuguesas” – colóquio na Livraria Barata, Lisboa, 10/4/2002
  • “Viola campaniça, uma das espécies de viola popular portuguesa” – Colóquio História e Tradição Oral no Alentejo, Amoreiras-Gare, Centro Social, 30/4/2002
  • “As formas regionais da viola popular portuguesa” – I Colóquio Nacional da Viola Portuguesa, integrado no âmbito do XVIII Festival Internacional de Folclore dos Açores, Ilha Terceira, 14/8/2002
  • “A importância dos cegos mendicantes na tradição musical portuguesa” – Colóquio sobre os Poetas Populares de Mafra, Auditório D. Pedro V, 9/11/2002
  • “Cantos populares às Almas do Purgatório” – II Colóquio “Os cantos populares da região de Lafões”, Cine-Teatro João Ribeiro, Vouzela, 17/5/2003
  • “A música tradicional no distrito de Lisboa” – colóquio no Auditório Municipal de Torres Vedras, 1/12/2003
  • Apresentação pública do livro “Cancioneiro de Entre mar e Serra da Alta Estremadura” de José Ribeiro de Sousa, Teatro José Lúcio da Silva, Leiria, 31/1/2004
  • “Música de Tradição Oral” – Maio de 2004, Aldeia do Bispo, Guarda
  • “Música Tradicional Portuguesa” – II Congresso de Artes e Tradições Portuguesas, Viseu, Auditório do Instituto Português da Juventude, 13/11/2004
  • “O cante e a etnomusicologia” – Encontro da Associação de Cante Alentejano Moda, Vidigueira, 4/12/2004
  • “História da investigação sobre a viola campaniça” – Encontro de Tocadores de Viola Campaniça, Forum Municipal de Castro Verde, 28/3/ 2005
  • “O cante alentejano” – 8ª. Semana Cultural Alentejana do Concelho de Almada, Clube Recreativo do Feijó, 7/6/2005
  • “A viola campaniça na cultura popular alentejana” – XIV Encontro do Centro de Estudos Documentais do Alentejo, Biblioteca Municipal de Odemira, 11/9/2005
  • “Tunas do Marão” – Braga, Serões rusgueiros, 21/10/2005
  • “Os instrumentos musicais da Beira Baixa” – Comemorações dos 800 anos de Idanha-a-Nova, Auditório do Centro Cultural Raiano, 12/11/2005
  • “Geografia dos Instrumentos Musicais Tradicionais Portugueses” – Seminário Internacional de Cultura Popular, INATEL, Albufeira, 25/11/2005
  • “As origens do fandango” – palestra na Cabana dos Parodiantes, Salvaterra de Magos, 28/6/2006
  • “Instrumentos Musicais da Tradição Popular Portuguesa” – Bienal Internacional de Arte Contemporânea, Aveiro, Galeria Morgados da Pedricosa, 25/11/2006
  • “As origens do fandango” – palestra na sede do Rancho Folclórico da Casa do Povo de Salvaterra de Magos, 24/2/2007
  • “A música de tradição oral e a importância da recolha de José Ribeiro de Sousa” – Alqueidão da Serra, 11/3/2007
  • “Instrumentos e reportórios tradicionais”, Museu Municipal de Vila Franca de Xira, organiz. Departamento Cultural da Câmara, 18/3/2007
  • “Ruralidades, cultura urbana e cultura rural” – Cooperativa de Comunicação e Cultura de Torres Vedras, 24/3/2007
  • Entrevista sobre música tradicional portuguesa à RTP-2, Programa Entre Nós, 18/4/2007
  • “Danças tradicionais portuguesas e sua vivência actual” – Seminário Internacional de Estudos sobre as Danças Tradicionais da Europa Mediterrânica, Corigliano d’Otranto, Itália, 13/8/2007
  • “Música da Beira Interior” – apresentação ao público do disco do grupo de Cantares de Aldeia do Bispo, Junta de Freguesia de Aldeia do Bispo, Guarda, 10/11/2007
  • “Valor dos instrumentos musicais populares” – Seminário de Cultura Tradicional, Centro Cultural John dos Passos, Ponta do Sol, Ilha da Madeira, 1/12/2007
  • “Cânticos tradicionais da Quaresma” – colóquio “Práticas da Quaresma, da morte colectiva à ressurreição”, Casa Municipal de Cultura, Coimbra, 15/3/2008
  • Colóquio “Romarias da Beira Baixa – passado, presente e futuro” – Forum Cultural de Idanha-a-Nova, 7/6/2008
  • “Melodias e ritmos populares e/ou popularizados” – XIV Jornadas de Etno-Folclore, Coimbra, Auditório do Instituto Português da Juventude, 26/10/2008
  • “Recolha e importância dos Instrumentos musicais tradicionais” – Biblioteca Municipal de Castelo Branco, 15/11/2008
  • “As minhas recolhas no princípio dos anos 80 e o ressurgimento da viola campaniça” – Castro Verde, I Encontro de Tocadores de Viola Campaniça, 28/3/2009
  • “O canto das Almas Santas” – Carvalhal de Vermilhas, Vouzela, 5/4/2009
  • “O cancioneiro tradicional de Óbidos” – Seminário “O valor universal de Óbidos”, Igreja de Santiago, 12/9/2009
  • “Música de tradição oral” – Encontro Oralities, our common heritage, Cidades da Tradição Oral, Idanha-a-Nova, Forum Cultural, 21/11/2009
  • “A Origem do Fado” – Caminhos e diálogos da antropologia portuguesa, Encontro de homenagem a Benjamim Pereira, Fundação Calouste Gulbenkian, 16/4/2010
  • “A origem do fado” – Tertúlia Rusgueira, Braga, 23/4/2010
  • “A Origem do Fado” – palestra musicada no lançamento do livro com o mesmo título, Teatro da Trindade, 17/5/2010
  • “O exemplo de Ernesto Veiga de Oliveira nas minhas recolhas musicais” – Colóquio em homenagem a Ernesto Veiga de Oliveira, XIII Jornadas de Cultura Popular do GEFAC, Coimbra, Casa Municipal da Cultura, 4/6/2010
  • “A origem do Fado” – Festival de Guitarra Portuguesa, Algarve 2010, Teatro Lethes, Faro, 12/6/2010
  • “A origem do Fado” – Braga, Serões rusgueiros, 29/4/2011
  • “The origin of fado” – 41st. International Ballad Conferences, Folksong and Relationships between cultures, Universidade do Algarve, Faro, 20/6/2011
  • “Danças populares do Corpus Christi” – Cerimónia do 243º aniversário da elevação de Penafiel a cidade, Museu Municipal de Penafiel, 3/3/2012
  • “A importância das casas regionais na conservação das tradições musicais rurais” – 28º aniversário do Rancho da Casa do Concelho da Pampilhosa da Serra, 18/3/2012
  • “História dos instrumentos musicais tradicionais” – Conversas de Folclore e Etnografia, Festas do Sardoal, Centro Cultural Gil Vicente, 22/9/2012
  • “A viola tradicional portuguesa e as pesquisas sobre a viola campaniça” – Congresso da Viola Campaniça, Amoreiras-Gare, 23/2/2013
  • “Instrumentos Musicais Populares Portugueses” – 2º Congresso de Organologia, da Associação Nacional de Instrumentos Musicais, Évora, 19/4/2013
  • “Tradições populares” – Associação de Moradores de Fonte Grada, Torres Vedras, 4/5/2013
  • “A transmissão dos saberes na sociedade tradicional. O romanceiro tradicional e o fado” – 1º Encontro Internacional de Folkcomunicação, Instituto Universitário da Maia, 10/4/2014
  • “As festas do S. João de Braga, história e actualidade” – Serões rusgueiros, Braga, 6/6/2014
  • “A música de tradição oral na Beira Interior” – 1ªs. Jornadas para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial da Beira Interior, Fundão, Casa da Moagem, 14/6/2014
  • “A importância da gaita-de-foles na tradição musical estremenha” – Encontro de gaiteiros da Freiria, Torres Vedras, 21/9/2014
  • “O culto às Almas do Purgatório – história e manifestações musicais” – comunicação às Conferências Rusgueiras sobre Religiosidade Popular, Museu D. Diogo de Sousa, Braga, 22/11/2014
  • “A origem do fado” – Festival da Cultura Lusófona, Salão Nobre dos Bombeiros Voluntários de Torres Vedras, 6/12/2014
  • “A herança musical em Idanha” – Encontro Internacional As Cidades Criativas e a Música, no âmbito da candidatura de Idanha-a-Nova à rede de Cidades Criativas da Unesco, 27/2/2015
  • “Cânticos tradicionais da Quaresma no Fundão” – Programa Quadragésima, organiz. Câmara Municipal do Fundão, Auditório da Moagem, 13/3/2015
  • “A música de tradição oral em Portugal” – Simpósio do Cinema Etnográfico, Universidade da Beira Interior, Covilhã, 9/4/2015
  • “A importância da Rusga de S. Vicente na sociedade e cultura bracarenses” – mesa-redonda    comemorativa do 50º aniversário da Rusga de S. Vicente – 17/4/2015
  • “Origem dos cabeçudos e gigantones nas figuras gigantescas das procissões medievais” – Jornadas de Reflexão, passado, presente e futuro, Rancho Folclórico da Areosa, Viana do Castelo, 18/4/2015
  • “Os pregões musicados dos vendilhões ambulantes” – Museu da Cidade de Lisboa, no âmbito da exposição Varinas de Lisboa, memórias da cidade, 7/5/2015
  • “A origem do Fado” – Palácio da Independência, celebrações do 80º aniversário da Fundação INATEL, 9/6/2015
  • “Etnografia, folclore e tradição cultural” – Encontro de Etnografia, Paço da Cultura, Guarda, 18/7/2015
  • “Uso tradicional da gaita-de-foles na Estremadura e Ribatejo” – palestra no I Encontro Ibérico de Gaita-de-foles, Chamusca, Centro Cultural, 12/6/2016
  • “S. Martinho – a tradição do vinho” – Centro Interpretativo da Máscara Ibérica, Lazarim, Lamego, 12/11/2016
  • “Os pífaros da Beira Baixa” – comunicação ao II Congresso do Bombo, Fundão, auditório da Moagem, 26/11/2016
  • “Instrumentos musicais tradicionais portugueses” – Museu da Batalha, 2/12/2016
  • Apresentação do livro “Canções da Avó Guida” em Valpaços, auditório municipal, 17/12/2016
  • Coordenação do encontro de Cantos Quaresmais “Acordai Se Estais Dormindo”, Fundão, 31/03/2017

 

2 thoughts on “José Alberto Sardinha – Biografia

  1. Bom Dia,

    Estou a fazer um trabalho de investigação sobre o maestro Virgílio Pereira. Gostaria de saber se poderia entrar em contacto, via email, com José Alberto Sardinha para poder ter acesso a alguns dados
    biográficos e bibliográficos do autor em causa. obrigado

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *