Aboio

IMG_4599

Aboio – Canto, por vezes simples recitativo, dirigido aos animais de lavoura (bois, machos, jumentos), entoado pelo abegão ou pelo boieiro durante os trabalhos do campo (lavoeiras ou lavoiras, debulhas ao trilho ou “a pé de gado”) ou na condução de carros e atrelados com carregos. Popularmente são mais conhecidos por cantigas de abaular o gado (por vezes afoular), na Estremadura preferencialmente por “vozear ao gado”.

A maior parte das vezes são simples rudimentos melódicos suportando as interjeições de incitamento ao gado, mas há exemplos de linhas melódicas mais elaboradas. O objectivo, além de incitar os animais, é orientá-los na tarefa concreta a executar e bem assim entretê-los para lhes amenizar o esforço. Rodney Gallop considera este tipo de cantos, tal como os pregões, o máximo que a criação popular pode atingir.

Mais: Tradições Musicais da Estremadura, Tradisom 2000, de José Alberto Sardinha, p. 55 a 58 e 77-78. Discografia: Faixas 1 (Torres Vedras), 4 (Mafra) e 10 (Alcobaça) do CD 1 que acompanha esse livro; Portugal – Raízes Musicais, BMG/Jornal de Notícias 1997, recolhas de José Alberto Sardinha, CD 2, Faixa 1 (Montalegre), CD 5, Faixa 35 (Torres Vedras).

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *